ISSN 0104-7795 Versão Impressa
ISSN 2317-0190 Versão Online

Logo do Instituto de Medicina Física e Reabilitação HC FMUSP

Número atual: Agosto 2003 - Volume 10  - Número 2

TENDÊNCIAS E REFLEXÕES

1 - Interfaces da Medicina de Reabilitação com a Medicina do Trabalho e as Ciências Forenses

Linamara R. Battistella, Profª. Drª.

Acta Fisiátr. 2003;10(2):52-53



ARTIGO ORIGINAL

2 - Musculação e condicionamento aeróbio na performance funcional de hemiplégicos crônicos

Exercise Machines and aerobic conditioning on functional performance of chronic stroke survivors

Luci Fuscaldi Teixeira-Salmela; Priscila Carvalho e Silva; Renata Cristina Magalhães Lima; Ana Cristina Costa Augusto; Aline Cristina de Souza; Fátima Goulart

Acta Fisiátr. 2003;10(2):54-60

O objetivo do presente estudo foi investigar a performance funcional em indivíduos hemiplégicos crônicos, quando submetidos a um programa de fortalecimento muscular, utilizando a musculação e condicionamento aeróbio. Trinta pacientes foram recrutados na comunidade obedecendo aos critérios de inclusão, e submetidos ao programa de treinamento pré-estabelecido, três vezes por semana, durante 10 semanas. Os pacientes foram avaliados antes e após o treinamento nos seguintes parâmetros funcionais: velocidade de marcha, habilidade para subir escadas, endurance (velocidade máxima e índice de custo fisiológico) e simetria no sentar e levantar. Estatísticas descritivas e testes de normalidade (Shapiro-Wilk) foram utilizadas para todas as variáveis. Testes-t de Student para dados emparelhados foram utilizados para investigar o impacto do treinamento. Melhoras significativas (p<0,001) foram observadas na velocidade de marcha, habilidade para subir escadas e velocidade máxima. Não foram observadas diferenças significativas nas medidas de simetria e índice de custo fisiológico. Os achados demonstraram melhoras significativas nas medidas de performance funcional, após 10 semanas de treinamento, associando musculação e condicionamento aeróbio.

Palavras-chave: Acidente cerebrovascular, hemiplegia, fortalecimento muscular, musculação, condicionamento aeróbio, performance funcional.

3 - Padrão respiratório em pacientes portadores da doença de parkinson e em idosos assintomáticos

Breathing pattern in parkinson's disease patients and healthy elderly subjects

Verônica F. Parreira; Luciana U. Guedes; Dalila G. Quintão; Eduardo P. Silveira; Georgia M. Tomich; Rosana F. Sampaio; Raquel R. Britto; Fátima Goulart

Acta Fisiátr. 2003;10(2):61-66

OBJETIVO: Caracterizar diferentes componentes do padrão respiratório em pacientes portadores da Doença de Parkinson (DP) e em idosos assintomáticos.
MATERIAL E MÉTODO: Foram estudados 10 pacientes com DP com grau de acometimento III-IV segundo a escala de Hoehn e Yahr e 10 idosos assintomáticos. Variáveis respiratórias analisadas: volume corrente, freqüência respiratória, ventilação minuto, porcentagem do tempo inspiratório, fluxo inspiratório médio, contribuição da caixa torácica e do abdômen para o volume corrente, através da pletismografia respiratória por indutância calibrada. A análise estatística foi feita através do teste t de Student para grupos independentes.
RESULTADOS: Os pacientes com DP apresentaram volume corrente e fluxo inspiratório médio menores (p=0,01 e p=0,03 respectivamente), uma freqüência respiratória maior (p=0,03), resultando numa ventilação minuto significativamente menor (p=0,02) comparados aos idosos assintomáticos. Não houve diferença significativa em relação à contribuição da caixa torácica e do abdômen entre os dois grupos.
CONCLUSÃO: Estes resultados apontaram alterações importantes em diferentes componentes do padrão respiratório em pacientes portadores da DP.

Palavras-chave: Doença de Parkinson. Padrão Respiratório. Pletismografia. Fisioterapia.

4 - Perfil epidemiológico dos pacientes amputados do Lar Escola São Francisco - estudo comparativo de 3 períodos diferentes

Epidemic profile of the amputee patients from Lar Escola São Francisco - comparison study between 3 different periods

Valéria Cassefo; Daniela Cristina Nacaratto; Therezinha Rosane Chamlian

Acta Fisiátr. 2003;10(2):67-71

Foi realizado um estudo retrospectivo através da revisão de 262 prontuários de pacientes amputados do Lar Escola São Francisco - São Paulo, no período de janeiro de 1998 a dezembro de 2002, com o objetivo de traçar o perfil epidemiológico do serviço.
Houve predomínio do sexo masculino (71%), de amputações de membro inferior (85,9%), sendo a acima do joelho predominante (52,4%). A etiologia vascular foi a principal causa de amputação em pacientes com mais de 50 anos (72,9%).
Observou-se demora no início da reabilitação (média de 19,6 meses) e que o tempo médio de tratamento (10,7 meses) é maior que o descrito na literatura. Além disso, um número pequeno de pacientes adquire prótese (25,2%).
Posteriormente, correlacionamos nossos dados com 02 estudos anteriores realizados neste mesmo serviço, visando comparar os resultados obtidos em três períodos diferentes e observamos progressos no processo de reabilitação dos pacientes amputados atendidos em nossa Instituição.

Palavras-chave: Amputação. Reabilitação. Epidemiologia. Próteses.

5 - Avaliação epidemiológica dos pacientes com lesão medular atendidos no Lar Escola São Francisco

Epidemiological study of patients with spinal cord injury treated at the Lar Escola São Francisco

Alexandra Passos Gaspar; Sheila Jean McNeill Ingham; Patrícia C. Pontes Vianna; Francisco Prado E. dos Santos; Therezinha Rosane Chamlian; Eduardo Barros Puertas

Acta Fisiátr. 2003;10(2):73-77

A lesão medular apresenta-se como um grande problema de saúde pública, uma vez que a maior parte dos pacientes lesados medulares são jovens e, portanto, encontram-se no auge de sua produtividade, tanto profissional, quanto pessoal. Neste trabalho procurou-se estudar o perfil epidemiológico dos pacientes atendidos no Lar Escola São Francisco, Escola Paulista de Medicina - Universidade Federal de São Paulo.
Foram revisados 171 prontuários de pacientes atendidos no período de 1999 a 2001 e foi encontrado um predomínio de pacientes jovens (média 35,4 anos) e do sexo masculino (62,6%). A principal causa de lesão medular encontrada foi o ferimento por arma de fogo (30,1%) e a principal lesão foi a incompleta (59,6%) e espástica (57,3%). O nível neurológico mais frequente foi o torácico, em 59% dos pacientes.

Palavras-chave: Traumatismos da medula espinhal, epidemiologia.

RELATO DE CASO

6 - Pés reumatóides: avaliação pela podobarometria dinâmica computadorizada e restauração funcional com órteses plantares

Rheumatoid feet: evaluation with computerized dynamic pedobarography and functional restauration with foot orthosis

Eduardo de Paiva Magalhães; Donaldo Jorge Filho; Linamara Rizzo Battistella

Acta Fisiátr. 2003;10(2):78-82

Os pés são comumente acometidos na artrite reumatóide (AR), contribuindo em muito na dor e incapacidade observadas nessa doença. Este artigo descreve uma paciente com pés reumatóides, tratada com órteses para os pés. Foram discutidas as alterações mais freqüentes observadas nessa patologia, o tratamento com palmilhas e o uso da podobarometria dinâmica computadorizada (F-Scan) como método auxiliar diagnóstico e de acompanhamento.

Palavras-chave: Artrite reumatóide. Pé reumatóide. Aparelhos ortopédicos. Palmilhas. Análise da marcha. Podobarometria computadorizada.

7 - Avaliação computadorizada por fotografia digital, como recurso de avaliação na Reeducação Postural Global

Computerized evaluation by digital photography, an evaluation resource for Global Postural Reeducation

Pedro Claudio Gonsales de Castro; José Augusto Fernandes

Acta Fisiátr. 2003;10(2):83-88

O trabalho é descrito por meio de fotografia digital, utilizando-se marcadores esféricos e reflexivos fixados em pontos anatômicos pré definidos, possibilitando a análise através de um programa de computador, denominado Fisiologic, que ao processar as fotos digitais, fornece coordenadas x e y dos marcadores corporais em pixels, sendo que estas coordenadas servem para gerar valores dos segmentos corporais utilizando a forma geométrica analítica. Relato aqui o caso de uma paciente com comprometimento postural, submetida ao método da Reeducação Postural Global, onde foi realizada avaliação fisioterapêutica e posteriormente fotografada e analisada antes e após a 21ª sessão. O programa apresentou resultados satisfatórios em relação à análise postural no acompanhamento dos segmentos corporais da paciente em estudo, bem como demonstraram os exames radiológicos.
Concluiu-se portanto, ser este um método eficaz de avaliação na Reeducação Postural Global.

Palavras-chave: Avaliação computadorizada. Fotografia digital. Reeducação Postural Global.

Revista Associada

Logo Associação Brasileira de Editores Científicos

©2017 Acta Fisiátrica - Todos os Direitos Reservados

Logo Acta Fisiátrica

Logo GN1